O livro dos avarentos

Descrição

Abu Uthman Amr ibn Bahr al-Kinani (776–869 d.C.; 163–255 a.H.), apelidado de Al-Jahiz por causa de seus olhos arregalados, foi uma das principais figuras literárias que viveram no início da época abássida. Ele nasceu e morreu em Basra, Iraque. Dizia-se que seu avô foi um escravo na África Oriental. Al-Jahiz foi um escritor prolífico sobre temas que vão da teologia à política e aos costumes, e que deixou muitas obras de grande importância. Ele é reconhecido por ter moldado completamente as regras da prosa árabe. Al-bukhalaa (O livro dos avarentos) é considerado uma enciclopédia científica, literária, social, histórica e geográfica, na qual al-Jahiz conta histórias sobre as pessoas avarentas com quem se encontrou, embora também se acredite que algumas de suas personagens sejam imaginárias. Em uma vigorosa prosa cômica, ele ridicularizou a ganância dos mestres, cantores, escribas e mendigos. Tomando uma atitude imparcial, ele descreveu suas personagens de forma realista, astuta e bem-humorada, retratando-as com boa índole, porém ingênuas.

Data do Assunto

Informação da Publicação

Cairo

Idioma

Título no Idioma Original

البخلاء

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

510 páginas; 24 centímetros

Observações

  • Inclui referências bibliográficas (páginas 491-510) e índices.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 12 de agosto de 2016