O livro de medicina dedicado a Mansur e outros tratados médicos

Descrição

Abu Bakr Muhammad Ibn Zakariya al-Razi (também conhecido pela versão latinizada do seu nome, Rhazes ou Rasis, 865–925 d.C.) foi um polímata, médico e filósofo persa. Ele nasceu em Rey, ao sul da atual Teerã, no Irã. Depois de estudar filosofia, com cerca de 30 anos de idade, começou a estudar medicina sob a supervisão de Abu Al-Hassan al-Tabari. Ele se tornou chefe de um hospital em Rey e, mais tarde, liderou um hospital em Bagdá. Al-Razi era conhecido nos campos da medicina e da química, os quais ele combinou para prescrever medicamentos para inúmeras doenças. O Kitab al-Mansouri (Livro de medicina dedicado a Mansur) de Al-Razi é um livro de texto curto de medicina geral em dez capítulos, em geral sobre medicina, que ele dedicou em 903 ao príncipe samânida Abu Salih al-Mansur ibn Ishaq, governador de Rey. O trabalho foi traduzido para o latim como Liber ad Almansorem por Gerard de Sabloneta, um italiano do século XIII, que se especializou em traduzir textos médicos árabes e a quem é atribuída a tradução para o latim da obra do grande estudioso islâmico ibn Sina, ou Avicena (980-1037), por ordem do Imperador Frederico II. A primeira edição impressa em latim do Al-Mansouri foi produzida na Itália, em 1481. Esta edição de 1500, contendo a tradução do Al-Mansouri, juntamente com outros tratados médicos de vários autores árabes, gregos e judeus, foi impressa em Veneza por Johannes Hamman.

Última Atualização: 17 de junho de 2014