Tese sobre o espelho dos corações

Descrição

Khoja Ahmed Yasawi (falecido em 1166) foi um filósofo e místico sufi e o primeiro poeta conhecido a escrever em um dialeto turco. Ele nasceu na cidade de Isfijab (atual Sayram, no Cazaquistão), mas viveu a maior parte de sua vida no Turquestão (também no sul do Cazaquistão). Ele foi um estudante de Arslan Baba, um famoso pregador do Islã. Em uma época em que o persa dominava a literatura e a vida pública, Yasawi escrevia em sua antiga língua turca nativa (Chagatai). Ele ficou conhecido durante sua vida como uma pessoa santa e pessoas de todas as partes da Ásia Central vinham para reverenciá-lo. Ele passou os últimos anos de sua vida em uma cela subterrânea chamada khalwat. Mais tarde, o túmulo de Khoja Ahmed Yasawi tornou-se uma atração para peregrinos e um Patrimônio Mundial da UNESCO. Risālat mira’āt al-qulūb (Tese sobre o espelho dos corações) é uma obra filosófica com um prefácio do copista do século XVIII. Enquanto o famoso livro de Yasawi Divan-i hikmet (Antologia da sabedoria) continha poemas, esta obra, que promovia os postulados do Islã, foi escrita em prosa. Este livro descreve as disposições do princípio da xariá (lei islâmica), incluindo as principais regras e crenças do Islã e os valores humanistas de justiça, honestidade e bondade.

Última Atualização: 9 de março de 2012