A questão romena: Os romenos e suas terras

Descrição

A Romênia foi formada em 1861 pela união das províncias da Moldávia e Valáquia, lideradas pelos turcos otomanos por séculos. No congresso de Berlim, em 1878, as maiores potências europeias reconheceram a plena independência da Romênia. Na Primeira Guerra Mundial, a Romênia lutou ao lado da França, Grã Bretanha e outras potências aliadas contra a Alemanha, Áustria-Hungria e Bulgária, com o principal intuito de ganhar territórios tradicionalmente habitados por romenos étnicos, porém sobre o controle da Áustria-Hungria e outros países vizinhos. Publicado em Pitsburgo em 1919, A questão romena: Os romenos e suas terras apresenta o caso de uma Romênia vastamente expandida para abranger tudo o que foi um dia a Dácia, antiga província romana e origem da identidade étnica e da língua romenas. O editor, Vasile Stoica (1889 a 1959), foi um escritor e ativista romeno comprometido com a causa da união das terras romenas sob um único estado. Nascido na Transilvânia, na época liderada pela Hungria, Stoica fez parte de uma delegação de romenos étnicos dos territórios de Habsburgo enviada aos Estados Unidos em 1917 para pleitear pela causa romena e gerar apoio à comunidade romeno-americana. No estabelecimento da paz após a gerra, a Romênia ganhou territórios extensos da Áustria-Hungria e parte deles foram perdidos após a Segunda Guerra Mundial.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Pittsburgh Printing Company, Pitsburgo, Pensilvânia

Idioma

Título no Idioma Original

The Roumanian Question: The Roumanians and Their Lands

Tipo de Item

Descrição Física

32 páginas: 2 mapas (1 dobrado); 19 centímetros

Referências

  1. “Envoys Here Tell Peril of Roumania,” Cleveland Plain Dealer, September 24, 1917.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 11 de setembro de 2017