Um guia recém-compilado de cerimônias de casamentos para casamenteiros

Descrição

Este livro é um guia de cerimônias de casamentos para casamenteiros. O casamento tradicional chinês requeria muito envolvimento dos "casamenteiros", um termo que passou a significar todas as pessoas ou eventos que atuaram como intermediários em um casamento entre duas famílias. O guia é um trabalho de 24 juan em duas partes, cada uma composta de 12 juan, impresso em Jianyang no final da dinastia Song do Sul, ou por volta de 1225-1279. Na parte 1, o juan 1 discute a etiqueta do casamento; juan 2 a 6 traçam as origens dos nomes de família; juan 7 a 9 lidam com histórias essenciais; o juan 10 registra vários fatos sobre os casamentos de personalidades bastante conhecidos e juan 11 e12 contêm alguns detalhes dos fatos do juan 10. Na parte 2, o juan 1 contém as formas de anúncios; o juan 2 tem avisos de advertência sobre a redação de contratos de casamento; o juan 3 aconselha sobre como um casamenteiro deve fazer uma oferta de casamento em nome de uma família; o juan 4 aconselha sobre como enviar presentes para uma noiva; juan 5 a 9 contêm conselhos sobre noivados para diferentes tipos de pessoas, incluindo funcionários e acadêmicos, funcionários municipais, parentes e camponeses e trabalhadores; o juan 10 aconselha sobre noivados para segundo casamento e para ter concubinas; o juan 11 informa como escolher um data para o noivado e o juan 12 indica como dar as boas-vindas à noiva e se fazer agravável. Publicado para atender a uma necessidade prática, o livro agora tem um valor histórico considerável. Este título não foi incluído no catálogo da Si ku quan shu (Coleção de Siku) e nunca foram propduzidas novas edições e reimpressões. Esta é provavelmente a única cópia existente. O livro tem diversas impressões de selos de diversos colecionadores de livros de renome dos séculos posteriores, como Ji Zhenyi (1630-1674), um bibliófilo do fim da dinastia Ming e início da dinastia Qing; Mi jun lou, a biblioteca de Jiang Ruzao (1877-1954), um industrial e colecionador de livros e Zhang Heng (1915-1963), um apreciador de pintura e caligrafia chinesas. Há também inscrições no início da obra por estudiosos do fim da dinastia Qing e do início da república, como Yang Shoujing (1839-1915), historiador, geógrafo, calígrafo e bibliófilo, e dois acadêmicos, Changchi Ye (1849-1917) e Ye Dehui (1.864-1.927). A anotação de Jiang Biao (1860-1899), membro da Academia imperial Hanlin, registra que, quando ele e um amigo agiram como casamenteiros para duas famílias, no terceiro dia do oitavo mês de 1889, o 15º ano do reinado de Guangxu, este livro foi mostrado a eles pelo pai da noiva.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Jianyang, Província de Fujian

Idioma

Título no Idioma Original

新編婚禮備用月老新書

Tipo de Item

Descrição Física

24 juan em 8 volumes

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 5 de novembro de 2015