Gramática siríaca

Descrição

Este trabalho é uma gramática de siríaco escrita em garshuni (árabe em letras siríacas). As palavras e expressões siríacas são parcialmente vocalizadas, e os títulos de seções são em árabe e siríaco. No colofão, o trabalho é chamado de um musawwada (rascunho) e há várias correções e anotações ao texto. Ele foi o primeiro criado no Monastério dos Santos Cipriano e Justina de Kfifan, no Líbano; mais tarde, pertenceu ao Mosteiro de Santo Antônio de Qozhaya, no norte do Líbano. O siríaco é um dialeto oriental do aramáico, o qual era falado por cristãos nas terras entre o Império Romano e o Mar Árabe do século I até o XII. A escrita garshuni entrou em uso depois que o árabe tornou-se o idioma mais falado nas terras do Crescente Fértil antes que uma forma escrita do árabe fosse desenvolvida. Ela ainda está em uso em algumas congregações siríaco-cristãs.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Monastério dos Santos Cipriano e Justina

Título no Idioma Original

ܓܪܡܛܝܩ

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

119 páginas, 23 x 17,5 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 13 de fevereiro de 2015