A escada da Divina Ascensão

Descrição

Este manuscrito do século XVIII contém uma tradução árabe de A escada da Divina Ascensão, uma obra famosa de Yūhannā Ra’īs Dayr Tūr Sīnā (João, abade do mosteiro do Monte Sinai), geralmente conhecido no Ocidente como São João Clímaco (por volta de 579-649). Este tratado sobre a vida ascética era popular tanto no original grego quanto em traduções para o latim e o árabe. Inúmeros manuscritos árabes formam a obra e também há um epítome árabe. O título foi traduzido para o árabe como A escada das virtudes superiores que caracterizam e classificam as ascensões sublimes e nobres, e a obra está dividida em 30 etapas, com as virtudes que devem ser alcançadas e os vícios que devem ser evitados. João foi um monge cristão do Mosteiro de Santa Catarina, localizado no sopé do Monte Sinai, no atual Egito, que ficou conhecido por sua vida ascética e de orações. Clímaco é uma transliteração latina do termo grego klimakos, que significa “da escada.”

Última Atualização: 30 de março de 2012