A prosódia eloquente de 40 versos

Descrição

Este manuscrito é um comentário turco otomano em quarenta versos do Alcorão, com hadith (Ditos do profeta Maomé) e citações em verso de Okçuzade Mehmet Şahî, morto em 1039 a.H. (1629 d.C.). Esta cópia foi feita no século XI a.H. (século XVII d.C.). O texto é escrito em naskh, em tinta preta e vermelha. O selo waqf (doação) de al-Wazīr al-Shahīd ‘Alī Pāshā, datado de 1130 a.H. (1717 d.C.), aparece nos fólios 1a, 1b e 2a. O nome de um antigo proprietário, Sayyid Burhān al-Dīn, e seu selo datado de 1039 a.H é encontrado no fólio 1a, provavelmente colocado lá quando o segundo proprietário adquiriu a obra um século depois. O texto começa com um incipit iluminado com vinheta (fólio 1b). A encadernação em pele de cabra marrom-escura com medalhão central lobalizado, preenchido com trabalho floral em arabesco e delineado em ouro, é contemporânea ao manuscrito. O manuscrito pertence ao Museu de Arte Walters e foi denominado como Walters W. 667.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

النظم المبين في الايات الاربعين

Tipo de Item

Descrição Física

Foliação: ii + 449 + ii. Dimensões: 13,5 centímetros de largura por 24,5 centímetros de altura. Linhas da moldura em vermelho; Linhas da moldura nos fólios 1b-2a em tinta dourada e preta

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de agosto de 2016