Queimando e consumindo

Descrição

Este manuscrito é uma cópia iluminada e ilustrada do poema Sūz va gudāz (Queimando e consumindo) de Naw’ī Khabūshānī, morto em 1019 a.H. (1610 d.C.). Ele narra a história de amor de uma menina hindu que se queima na pira funerária de seu noivo. O códice foi produzido na escrita nasta’liq em tinta preta por Ibn Sayyid Murād al-Ḥusaynī e ilustrado por Muḥammad ‘Alī Mashhad,ī em 1068 a.H. (1657 d.C.). De acordo com o colofão, Ibn Sayyid Murād al-Ḥusaynī copiou o manuscrito para o pintor Muḥammad ‘Alī, o “Mani of the time,” “Mani da época” como uma lembrança. O fato do manuscrito ter sido produzido pora um dos artistas mais prolíficos do Irã do século XVII faz com que o documento tenha um valor extremamente significativo. Ele abre com um incipit iluminado com vinheta (fólio 1b) e fecha com uma vinheta de remate iluminada com colofão (folio 21b). As páginas de texto possuem iluminuras interlineares e pequenos pequenos retângulos e triângulos policrômicos com motivos florais e arabescos de videiras. Possui oito miniaturas em um estilo associado aos centros de produção artística Safavid de Mashhad e Isfahan (fólios 5a, 9a, 10b, 13a, 14a, 16a, 17b e 19b). O manuscrito pertence ao Museu de Arte Walters e foi denominado como Walters W. 649.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

محمد رضا نوعي خبوشاني

Tipo de Item

Descrição Física

Foliação: i + 22 + i. Dimensões: 14,5 centímetros de largura por 23,5 centímetros de altura. Palavras de ordem: Escrito nos versos das páginas obliquamente

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015