Mapa do Mundo

Descrição

Este mapa-múndi latino do final do século XVIII de Tobias Lotter, editor de mapas de Augsburg, (1717-77) é baseado em um antigo mapa  do cartógrafo francês Guillaume de l'Isle (1675-1726). De l'Isle estava no grupo de cartógrafos franceses que suplantou a supremacia dos holandeses na elaboração de mapas no final do século XVII. De l'Isle foi uma criança prodígio, tendo elaborado seu primeiro mapa aos nove anos de idade. Ele era especializado em história e geografia, bem como nas áreas de matemática e astronomia. Ele foi bastante influenciado por cartógrafos árabes e persas clássicos além de escritores de viagem, e insistia na precisão científica em seus projetos. Em 1702, dois anos após a publicação de seu primeiro atlas, ele foi eleito membro da Academia Real de Ciências e, em 1718, foi nomeado o principal geógrafo da realeza. Ainda não eram retratados na época da publicação deste mapa: a costa oeste da América do Norte, o Ártico e a costa leste da Austrália, que ficou conhecida como Nova Holanda. O mapa utiliza tinturas coloridos e bordas para demarcar as divisas entre os continentes, como as fronteiras bem definidas entre a Europa, Ásia, e o destaque na África. Além de mapear o território, o mapa de l'Isle apresenta viagens de exploração através dos oceanos Pacífico e Índico.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Tobias Conrad Lotter, Augsburgo, Alemanha

Idioma

Título no Idioma Original

Mappa totius mundi

Lugar

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

Mapa ilustrado colorido a mão

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 23 de novembro de 2011