Anotação sobre a construção de um “Takiyah-khanah”

Descrição

Este grande pedaço de papel, formado por várias folhas individuais coladas, inclui quatro versos em escrita nasta‘liq. Na parte superior aparece o número 786, que no sistema abjad (número textual) equivale à soma total das letras que aparecem no bismillah (em nome de Deus). Em outras palavras, o número 786 no topo da página funciona como a invocação “Em louvor a Deus, o Misericordioso, o Clemente”, logo antes do conteúdo principal do texto. Os quatro versos abaixo afirmam que certo Muhammad ‘Ali ordenou a construção de um edifício destinado aos serviços de dhikr (homenagem) e às cerimônias de matam (luto) do martírio de Imam Husayn. Esses edifícios são chamados de takiyah ou takiyah-khanah, e servem para realizar a apresentação de ta‘ziyah (teatros da paixão xiita), que retratam os eventos em Karbala em 680. Os takiyahs foram construídos pelas comunidades xiitas no Irã e na Índia durante os séculos XIX e XX. Um dos mais famosos foi erguido sob ordens de Muʼavin al-Mulk em Kermanshah (sudoeste do Irã) em 1895 e 1896. Um complexo ricamente decorado e com várias salas, este edifício foi feito para a realização de vários eventos e apresentações religiosos ligados ao martírio de Imam Husayn.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016