Versos de Shaykh Baha’i

Descrição

Este fragmento caligráfico inclui versos compostos por Shaykh Baha’i, um poeta místico persa do século XI. O poema descreve as diversas maneiras que alguém pode a expressar o amor de Deus: “Oh, a flecha do Teu sofrimento (é) o alvo do coração de Teus amantes / As pessoas são hipnotizados por Ti, mas Tu estás ausente do tempo e do espaço / Às vezes me retiro para o meu mosteiro, em outras habito numa mesquita / Isso significa que Te procuro de casa em casa / Todo mundo fala sobre o amor dele por Ti em (sua própria) língua / O amante pela canção de tristeza e o menestrel pela (sua) melodia”. Os versos estão em escrita nasta‘liq preta executada na diagonal num papel de cor creme decorado com delicados motivos de flores e folhas dourados. Os espaços criados pela interseção dos versos diagonais e da moldura retangular estão decorados por triângulos iluminados (ou abas para polegares). Várias margens contornam o painel de texto central, incluindo uma mais externa com outros versos em persa cortada e colada individualmente nos painéis retangulares. A composição inteira está numa folha de papel bege com flores douradas firmada com papelão atrás. A obra não apresenta assinatura nem data, no entanto, a escrita e o estilo decorativo são típicos de caligrafias feitas durante o período safávido (século XVI) na Pérsia.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016