Versos do Alcorão

Descrição

Este fragmento caligráfico inclui os versos 57 a 59 do 27º capítulo do Alcorão, intitulado al-Naml (As formigas). O texto continua com os versos 59 a 60, no verso do fólio. Os versos imediatamente precedentes, 56 a 57, aparecem em outro fragmento do mesmo Alcorão, presente na coleção da Biblioteca do Congresso. Juntos, estes dois fólios formam o início da 20ª juz' (parte) do Alcorão, demarcada por um painel de iluminura. A Sura al-Naml descreve as maravilhas do mundo espiritual. As histórias de vários profetas, como Moisés, Salomão, Saleh e Lut (Ló), são apresentadas, a fim de distinguir a verdadeira da falsa adoração e destacar os milagres da graça e da revelação de Deus. Na história de Ló, aqui em 27:58, os luxuriosos sofrem a punição de Deus: “E fizemos chover sobre ele uma chuva (de enxofre). / E o mal foi a chuva sobre aqueles que foram advertidos, mas não obedeceram”. O verso 27:59 continua: “Diz, louvado seja Deus e paz sobre Seus servos / Aqueles a quem Ele escolheu (para receber Sua Mensagem). / Quem é melhor? Deus ou o falso deus com quem eles se associaram?” O texto foi executado em caligrafia kufi semelhante ao estilo D, dos Alcorões produzidos durante o século IX. Com cinco linhas por página executadas em tinta preta, este fragmento segue o formato horizontal dos primeiros Alcorões, escritos sobre pergaminho. A tinta se gastou do verso, já que o texto foi escrito sobre o lado da pele do pergaminho. Pontos vermelhos indicam vocalização, enquanto os sinais diacríticos compostos por linhas diagonais em tinta preta podem ter sido adicionados posteriormente. Na segunda e quarta linhas deste fragmento, há dois marcadores de versos separando o verso 57 do 58, bem como o verso 58 do 59. Eles consistem em pequenos círculos dourados pontilhados com pequenos pontos dourados e azuis.

Última Atualização: 6 de abril de 2015