Explicação de “A recompensa do onipotente”

Descrição

Este volume inclui um comentário sobre Fatḥ al-Qadīr (A recompensa do onipotente) de Muḥammad ibn ‘Abd al-Waḥid ibn al-Humām (por volta de 1388–1459) e várias outras obras. Ibn al-Humām foi um estudioso conhecido da Madhab Hanafi (uma das quatro escolas sunitas de fiqh, ou jurisprudência religiosa) de Alexandria, Egito. Ele era um imame e especialista nos princípios da fiqh e do hadith (o corpo de tradições relacionadas ao profeta Maomé). As outras obras do volume incluem Kashf al-Rumūz wa-al-Asrār (A exploração de sinais e segredos), de Shams al-Dīn Ahmad Qādī Zādah; Sharh Bidāyat al-Mubtadī (A explicação para o início do iniciante), de Burhān al-Dīn ‘Alī ibn Abī Bakr al-Marghīnānī e, nas margens, Sharh al-‘ināyah ‘alā al-Hidāyah (A interpretação da intenção da orientação), de Akmal al-Dīn Muhammad ibn Mahmūd al-Bābartī. O livro trata dos requisitos da lei islâmica sobre casamento e divórcio, relações e obrigações mútuas, dar liberdade aos escravos, os problemas comuns da fé, bênçãos em diferentes situações, o Hajj, a oração, o jejum e o vestuário apropriado. As páginas desta edição não estão organizadas em sequência. O livro foi publicado no Egito e importado para o Império Russo no final do século XIX ou no início do século XX.

Última Atualização: 16 de abril de 2015