Quadra de 'Id (data festiva)

Descrição

Este fragmento caligráfico mostra um ruba'i (quadra pentâmetra iâmbica), escrita em caligrafia nasta'liq pelo calígrafo Muhammad Qamar al-Din. Ele assinou a quadra no canto inferior esquerdo com a expressão “katabahu [escrito por] Muhammad Qamar al-Din”. Nada se sabe sobre este calígrafo, embora a caligrafia nasta'liq estável sugira que a obra tenha sido executada na Pérsia (Irã) durante os séculos XVI ou XVII. O texto está emoldurado por faixas de nuvens, executadas em tinta preta e destacadas com tinta dourada, ao redor das quais uma moldura azul com motivos dourados de vinhas entrelaçadas tenha sido descuidadamente colada. O poema diz: “Como o 'id é o mês das bênçãos / E faz com que os peregrinos (vão) a 'Arafat / Como ovelhas a serem sacrificadas, / Que todos os teus inimigos estejam na ‘Direção dos Peregrinos’”. As imagens do poema giram em torno de atividades ligadas às celebrações do 'id al-Qurban (também chamado 'id al-Adha, a festa do sacrifício), que marca o fim dos ritos de peregrinação no décimo dia do mês islâmico de Dhu al-Hijja. Baseando-se no simbolismo da qibla (a direção da oração), o poeta descreve um rei como a “Direção dos Peregrinos” e deseja a ele que derrote seus inimigos. Estas linhas provavelmente foram escritas em 'id al-Qurban, a fim de elogiar um patrono, já que se baseiam no potencial metafórico das atividades religiosas que ocorriam naquela época. Outros poemas escritos para regentes durante as celebrações da peregrinação ou para que sejam líderes no Ano Novo estão mantidos na Biblioteca do Congresso.

Última Atualização: 31 de julho de 2014