Poema do 'Id (data festiva)

Descrição

Este painel caligráfico inclui um ruba'i (quadra pentâmetra iâmbica), assinado e datado no canto inferior esquerdo pelo calígrafo Mir Muhammad Salih: “escrito por Mir Muhammad Salih, 1225” (1810 d.C.). Embora se saiba pouco sobre o calígrafo, a data prova que esta obra data do início do século XIX. O texto está executado em caligrafia naskh preta (indiana) sobre uma folha de papel bege, enquadrada por uma borda azul decorada com motivos dourados de folhas e vinhas. Antes do início da quadra, uma breve invocação de Deus, que diz “Ele é o Misericordioso” aparece no canto superior direito. Em seguida está a quadra, que diz: “É 'id, que o vinho da alegria esteja em sua taça / Que o circo da lua de 'id esteja sobre seu telhado / Cada manto de fortuna que o firmamento tenha tecido / Oh, Generoso Mineral, que isto se adeque a ti!” Este poema deseja a um regente (apelidado de “Generoso Mineral”) fortuna e alegria na ocasião do 'id (data festiva). É possível que a data festiva seja o festival de Noruz (Ano Novo), isto é, o equinócio de primavera (21 de março), que marca o início do calendário solar, celebrado no Irã e em partes da Índia. Parece que este painel caligráfico foi executado em uma ocasião em que se celebra o Ano Novo e se deseja a um patrono prosperidade nos anos vindouros. A prática de ofertar bons votos por escrito durante as celebrações do Ano Novo é atestada em vários outros exemplares caligráficos da Biblioteca do Congresso.

Última Atualização: 3 de maio de 2016