Quadra sobre a separação

Descrição

Este fragmento caligráfico inclui uma ruba'i (quadra pentâmetra iâmbica) que usa expressões hiperbólicas para descrever a dor e o sentimento desgastante da separação daquele que se ama. Ele diz: “Se tivesse de escrever uma explicação dos (meus) desejos / O fogo queimaria o cabo da (minha) pena, / E se tivesse de falar novamente sobre o fardo da separação / A forma (vertical) dos nove céus envergaria”. Os versos foram escritos em caligrafia preta nasta'liq em uma folha bege de papel. O painel do texto está emoldurado por três bordas ornadas com uma variedade de motivos decorativos dourados e está colada em um papel marrom de cor clara sustentado por um cartão. No canto inferior esquerdo, o texto está assinado por al-faqir (o pobre) 'Abdallah, que suplica pelo perdão de Deus. Embora o calígrafo não seja identificado em nenhum outro momento mais adiante, uma nota posterior em inglês, no verso do fragmento, atribui a obra a um certo 'Abdallah Isfahani Mishkin Qalam. Este calígrafo não é muito conhecido, mas seu nisbah (nome de lugar de origem), Isfahani, indica que ele era originalmente da cidade de Isfahan, no Irã. Seu apelido, Mishkin Qalam (“Pena preta de almíscar”), é típico de vários calígrafos. 'Abdallah Isfahani parece ter pertencido à escola de calígrafos do estilo nasta'liq em exercício durante o século XVI em Isfahan, capital da Pérsia safávida. Como figura principal da escola, temos Mir 'Imad, talvez um dos contemporâneos de 'Abdallah.

Última Atualização: 27 de abril de 2016