Versos do Alcorão

Descrição

Este fragmento caligráfico inclui o verso 45 do 29º capítulo do Alcorão, intitulado Al-'Ankabut (A aranha). O verso inicia uma seção nova e separada da surata, na qual o Alcorão é discutido como um sinal de revelação, uma ferramenta no ensino da distinção entre o certo e o errado e um veículo na compreensão do pós-morte. O verso do fólio contém os versos 46 a 47, que continuam o verso 45 e iniciam uma nova juz' (seção) do Alcorão. Este fragmento corânico em particular coloca os versos sobre um painel iluminado em ouro, no qual a inscrição na parte superior inclui uma declaração em um fundo vermelho de que o texto pertence à terceira juz' do Alcorão. O texto no painel inferior foi parcialmente perdido por conta de danos. O painel dourado e os medalhões marginais com longas hastes proporcionam uma divisão ornamental no Alcorão e, dessa forma, servem como ponto de referência visual. Executado em caligrafia Masahif preta, o texto está cercado por mosaicos de nuvens levemente realçadas. Nos espaços intersticiais, aparecem folhas de vinha e palmetas em um fundo de estriações paralelas. Estes motivos são típicos dos Alcorães mamelucos produzidos no Egito durante os séculos XIV e XV. Os marcadores de verso consistem em rosetas douradas de seis pétalas com pontos azuis e vermelhos nos perímetros.

Última Atualização: 6 de abril de 2015