Versos do Alcorão

Descrição

Este fragmento corânico inclui o último verso (30) do trigésimo segundo capítulo do Alcorão, Surat al-Sajdah (A prostração), bem como o bismillah (em nome de Deus) e o primeiro verso do capítulo subsequente (33), intitulado Surat al-Ahzab (Os confederados). Os versos seguintes da Surat al-Ahzab continuam no verso do fragmento. O título, escrito com tinta dourada e destacado em preto, especifica que o capítulo contém 73 versos. O início desta surata discute a necessidade de abandonar costumes pagãos. O verso deste fragmento inclui o verso 1 da Surat al-Ahzab: “Oh, Profeta, teme a Deus e não ouve os infiéis e os hipócritas, / Deus é verdadeiramente pleno em conhecimento e sabedoria” (33:1). O anverso inclui os versos 2-3: “Segue aquilo que chega a ti como inspiração de Deus, / Porque Deus sabe bem o que tu fazes. / E põe tua confiança em Deus, / porque basta Deus como Guardião” (33:2 a 3). Devido a sua clareza e legibilidade, a caligrafia muhaqqaq foi uma das mais usadas para a escrita dos Alcorães do século XIII em diante. Escrito em cinco linhas por página em caligrafia simples, este fragmento inclui um marcador de seção na margem superior esquerda. O ornamento contém a palavra nisf (meio) escrita verticalmente em tinta dourada em um plano de fundo cinza. Os marcadores de verso consistem em flores de seis lóbulos decoradas com uma pequena folha quadrada e pontos dourados, vermelhos e azuis entre cada pétala.

Última Atualização: 6 de abril de 2015