Frontispício Ilustrado

Descrição

Este frontispício ilustrado é uma das duas páginas que teriam formado a composição de abertura de página dupla de um manuscrito. É possível que tenha pertencido a um Alcorão. O título teria aparecido nos painéis superior e inferior retangulares. O medalhão central pode ter contido o início do primeiro capítulo do Alcorão, al Fatiha (A abertura). Ele também pode ter servido como um espaço de dedicação do trabalho a um patrono ou bênçãos sobre o seu dono. A ilustração é típica de frontispícios de Alcorões feitos em Herat (atual Afeganistão), cerca de 1500-1550. O medalhão dourado no centro e os painéis retangulares são definidos em pergaminhos policromados com flores brancas e laranjas sobre um fundo azul. Estes painéis são emoldurados por uma margem composta de cártulas pretas, alternando com quadrifólios dourados sobre fundo vermelho. O espaço exterior restante é decorado com sobreposição de ínfula em azul e dourado. Os ilustradores durante a primeira metade do século XVI experimentaram com frontispício ilustrado de página dupla. O artista Shaykhzadah começou a usar o fundo preto e inventou novos arabescos ou temas ornamentados em voluta. Estes temas não só apareceram em frontispícios, mas também foram utilizadas como ornamentos arquitetônicos em pinturas manuscritas. Tais conexões decorativas destacam a estreita relação entre iluminadores e pintores, que colaboraram na produção de manuscritos ornamentados e ilustrados.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016