Versículos Anônimos Poéticos Árabes e Persas

Descrição

Este fragmento contém um poema árabe em oito versículos no painel central e versículos poéticos persas em pequenos registros retangulares, dispostos ao redor do painel central e colado sobre um fundo azul claro. O poema árabe salienta a capacidade de Maomé de interceder por sua comunidade no Dia do Juízo. É uma espécie de elogio ou pedido dirigido para o Profeta, que é visto em vários outros painéis caligráficos destinados tanto para exibição pública ou incluídos em álbuns de caligrafia. O versículos árabes e persas estão em escrita Nasta'liq, também conhecia como ta'liq (na Turquia) e persa (em terras árabes). O termo nasta'liq, que combina naskh (cursiva) e ta'liq (suspensos), refere-se a uma mistura duas escritas que acreditava-se ter sido inventada pelo calígrafo persa do século XIV, Mir Ali Tabrizi. Este fragmento pode ter sido produzido na Pérsia no século XVI. A folha central de caligrafia consiste em papel pardo salpicado com pó de ouro fino, e contém cinco quadrados brutos de folhas de ouro. Os painéis de caligrafia são separados por linhas de ouro delineadas em preto, formando molduras retangulares para os versículos árabes. Em volta do painel central aparece uma borda rosa com desenhos florais em dourado, com uma borda azul clara com os 28 painéis de versículos persas entrelaçados com os desenhos de videiras douradas. Estas folhas de caligrafia estão todas coladas sobre um papel pardo laminado decorado com flores, pássaros e plantas em dourado.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Anonymous Arabic and Persian Poetic Verses

Tipo de Item

Descrição Física

27,5 X 38,9 centímetros

Observações

  • Escrita: nasta'liq

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 17 de outubro de 2011