O costume do sacrifício do coração e sua oferta para os deuses

Descrição

O Códice Tovar, atribuído ao jesuíta mexicano Juan de Tovar do século XVI, contém informações detalhadas sobre os ritos e cerimônias dos astecas (também conhecidos como mexicas). O códice é ilustrado com 51 pinturas de página inteira em aquarela. Fortemente influenciado por manuscritos pictográficos do período pré-contato, as pinturas são de qualidade artística excepcional. O manuscrito está dividido em três seções. A primeira seção é uma história das viagens dos astecas antes da chegada dos espanhóis. A segunda seção, uma história ilustrada dos astecas, compõe o corpo principal do manuscrito. A terceira seção contém o calendário Tovar. Esta ilustração da segunda seção retrata um sacrifício humano. Um sacerdote desconhecido segurando uma lança coordena o sacrifício de um homem cujo coração é removido por um assistente. Ao fundo, um outro assistente nos degraus de um templo ou pirâmide segura um incensório. A oferta de coração da vítima aos deuses satisfazia a crença asteca de que o sol se levantaria novamente alimentado pelos corações dos homens. As xochiyaoyotl (Guerras Floridas) foram realizadas para capturar prisioneiros para as ofertas de sacrifícios necessários aos deuses.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

México

Idioma

Título no Idioma Original

Modo de sacrificar sacando el coraçón y dando con él en el rostro del ydolo; era el común

Tipo de Item

Descrição Física

Aquarela sobre papel; 21 x 15,2 centímetros

Observações

  • Ilustração no reto da folha 140

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 26 de outubro de 2012