O estilo de dança dos nobres dançarinos astecas

Descrição

O Códice Tovar, atribuído ao jesuíta mexicano Juan de Tovar do século XVI, contém informações detalhadas sobre os ritos e cerimônias dos astecas (também conhecidos como mexicas). O códice é ilustrado com 51 pinturas de página inteira em aquarela. Fortemente influenciado por manuscritos pictográficos do período pré-contato, as pinturas são de qualidade artística excepcional. O manuscrito está dividido em três seções. A primeira seção é uma história das viagens dos astecas antes da chegada dos espanhóis. A segunda seção, uma história ilustrada dos astecas, compõe o corpo principal do manuscrito. A terceira seção contém o calendário Tovar. Esta ilustração da segunda seção retrata uma dança de nobres. Dois tocadores de tambor ao centro vestem as dragonas com penas vistas nos retratos do imperador Moctezuma I e do imperador Moctezuma II. À direita dos tocadores estão o alto sacerdote, usando uma tilma (manto) com a imagem do sol, e os soldados que representam as castas militares do jaguar e da águia. Os elementos decorativos incluem ornamentos com penas. A dança mostrada era possivelmente para o festival de Toxcatl, realizado durante o mês dedicado a Tezcatlipoca, o deus do céu noturno e da memória. Os tocadores usam o teponaxtli (tambor de madeira) e o ueuetl (tambor com uma membrana). Os nobres usam tilma ou um maxtlatl (tanga) mais simples.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

México

Idioma

Título no Idioma Original

El modo de baylar de los Mexicanos. Y última del primer tratado

Tipo de Item

Descrição Física

Aquarela sobre papel; 21 x 15,2 centímetros

Observações

  • Ilustração da folha dobrada 119

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de julho de 2014