A guerra contra Coyoacan

Descrição

O Códice Tovar, atribuído ao jesuíta mexicano Juan de Tovar do século XVI, contém informações detalhadas sobre os ritos e cerimônias dos astecas (também conhecidos como mexicas). O códice é ilustrado com 51 pinturas de página inteira em aquarela. Fortemente influenciado por manuscritos pictográficos do período pré-contato, as pinturas são de qualidade artística excepcional. O manuscrito está dividido em três seções. A primeira seção é uma história das viagens dos astecas antes da chegada dos espanhóis. A segunda seção, uma história ilustrada dos astecas, compõe o corpo principal do manuscrito. A terceira seção contém o calendário Tovar. Esta ilustração da segunda seção retrata a batalha de Coyoacan. Os soldados são mostrados lutando com maças e escudos de guerra perante um templo em chamas. Soldados, alguns dos quais mulheres, encontram-se de pé às margens de um rio. Também são mostradas maças de guerra, o glifo de uma colina mostrado pela lateral e soldados mortos. O soldado chefe usa um enfeite de cabeça de penas ou de quetçal. O estudioso Jacques Lafaye, o editor da edição fac-símile do manuscrito de Tovar, declarou a hipótese de que o líder dos soldados pode ser Tlacaelel.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

México

Idioma

Título no Idioma Original

Guerra contra Cuyuacan

Tipo de Item

Descrição Física

Tinta e aquarela sobre papel; 21 x 15,2 centímetros

Observações

  • Ilustração da folha direita 103

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de dezembro de 2013