Acamapichtli, o primeiro rei asteca (reinou entre 1376 e 1395)

Descrição

O Códice Tovar, atribuído ao jesuíta mexicano Juan de Tovar do século XVI, contém informações detalhadas sobre os ritos e cerimônias dos astecas (também conhecidos como mexicas). O códice é ilustrado com 51 pinturas de página inteira em aquarela. Fortemente influenciado por manuscritos pictográficos do período pré-contato, as pinturas são de qualidade artística excepcional. O manuscrito está dividido em três seções. A primeira seção é uma história das viagens dos astecas antes da chegada dos espanhóis. A segunda seção, uma história ilustrada dos astecas, compõe o corpo principal do manuscrito. A terceira seção contém o calendário Tovar. Esta ilustração da segunda seção retrata Acamapichtli segurando uma lança ou cetro, de pé sobre uma esteira de junco. Ao lado dele está o desenho de uma mão segurando algumas folhas de junco. À direita estão peles de jaguar. Acamapichtli (reinou entre 1376 e 1395), cujo nome significa punhado de junco, era um descendente dos imperadores toltecas; sua seleção como o primeiro governante da dinastia México-Tenochtitlan deu autoridade ao governo asteca. Ele está vestido em roupas dos mais altos sacerdotes. Os desenhos de suas sandálias estão associados com o deus Quetzalcoatl e com seus ancestrais toltecas. O jaguar, a águia e a serpente eram símbolos poderosos da religião asteca.

Última Atualização: 18 de junho de 2015