Os sons do choro de um telegrama

Descrição

A guerra Russo-Japonesa (1904-1905) foi documentada em várias formas de mídia, como xilogravuras, fotografias e ilustrações. As vitórias dos militares japoneses nos primeiros estágios da guerra inspiraram gravuras de propaganda de artistas japoneses. Kobayashi Kiyochika (1847-1915) contribuiu com esta gravura de folha única burlesca para a série, Nihon banzai hyakusen hyakushō (Vida longa ao Japão: 100 vitórias, 100 risos). Kiyochika, conhecido por produzir xilogravuras usando métodos de pintura ocidental, estudou por um breve período com Charles Wirgman (1832-1891), um cartunista inglês do Illustrated London News. Kiyochika foi também um cartunista político em tempo integral para uma revista japonesa entre 1882 e 1893. Cada ilustração era acompanhada de uma descrição humorística do escritor satírico Honekawa Dojin (pseudônimo de Nishimori Takeki, 1862-1913). A série zombava dos russos por sua fraqueza militar, vaidade e covardia visíveis. Nesta gravura, um casal russo, provavelmente o czar e a czarina, recebe um telegrama e espera que ele esteja cheio de notícias vitoriosas. Eles vertem lágrimas de desgosto após descobrirem sobre as vitórias sucessivas do exército japonês.

Última Atualização: 30 de novembro de 2016