Viagens para o Interior da África: Contendo uma Descrição das Várias Nações no Espaço de Seis Milhas até o Rio Gâmbia

Descrição

Francis Moore foi escriturário e, mais tarde, agente da Companhia Real Africana. Moore morou no rio Gâmbia de novembro de 1730 a maio de 1735, e representou os interesses comerciais da empresa. Este trabalho consiste no diário pessoal que Moore mantinha na época, o qual continua sendo uma importante fonte de informações sobre a época pré-colonial da Gâmbia. O diário de Moore inclui discussões sobre história natural, descrições dos diferentes grupos étnicos que viviam ao longo do rio, bem como observações sobre a vida econômica e cotidiana. Também estão incluídos relatos sobre o tráfico de escravos e, em especial, a história de Ayuba Suleiman Diallo (conhecido na Inglaterra como Job ben Solomon), filho de um clérigo muçulmano e que foi sequestrado como escravo, resgatado pelos filantropos londrinos e, finalmente, devolvido à África. Moore acompanhou Diallo de volta ao Senegal em 1734. Além do diário de Moore, o livro contém o diário da viagem do Capitão Bartholomew Stibbs subindo o Gâmbia, em 1723, e traduções de várias fontes não-inglesas sobre geografia africana, incluindo escritos do viajante marroquino do século XVI,  Leo Africanus e do célebre geógrafo árabe  Al-Idrisi, do século XII.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

E. Cave, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

Travels into the Inland Parts of Africa: Containing a Description of the Several Nations for the Space of Six Hundred Miles up the River Gambia

Tipo de Item

Descrição Física

305 páginas: ilustrações, mapas, 20 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 26 de agosto de 2016