Uma Planta da Propriedade chamada Jonas, situada na Divisão do Canal Norte na Ilha de Antigua, Propriedade de Peter Langford Brooke, Advogado

Descrição

No período colonial, a família Langford Brooke, de Mere, em Cheshire, Inglaterra, possuía diversas propriedades na ilha de Antigua. Este mapa de 1821 mostra a propriedade chamada Jonas. As referências, à direita, fornecem informações sobre as parcelas de terras dedicadas à plantação de cana-de-açúcar e a outros fins, assim como uma explicação das estruturas da plantação que incluíam o moinho de vento, a caldeira, galpão de secagem, adega de rum, dependências do capataz, ambulatório e enfermaria, a casa principal e escritórios, e cercados para mulas e rebanhos. Uma planta baixa anexa, produzida pelo mesmo topógrafo, mostrava as obras e os prédios da propriedade de modo mais detalhado. Os primeiros habitantes de Antígua foram os povos Ciboney, seguidos pelos Aruaques e índios Carib. O primeiro europeu a visitar a ilha foi Cristóvão Colombo, em 1493, que deu o nome à ilha de "Santa Maria de la Antigua." Em 1632, os britânicos estabeleceram uma colônia em Antígua e começaram a importar um grande número de escravos da África para trabalhar em suas plantações de cana-de-açúcar. Os escravos foram libertados em 1834, mas muitos dos ex-escravos continuaram a trabalhar nas plantações de açúcar. Em 1981, Antígua tornou-se independente como parte do país de Antígua e Barbuda.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

A Plan of the Estate called Jonas's Situated in the Division of North Sound in the Island of Antigua, the Property of Peter Langford Brooke, Esqr.

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa colorido manuscrito; 59 x 65 centímetros

Observações

  • Escala aproximadamente 1:3.000

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 9 de fevereiro de 2012