Moeda real, Luís XIII. Dez luíses de ouro

Descrição

A mecanização da cunhagem das moedas de metais preciosos na França possibilitou a criação, em 1640, da luís de ouro, em homenagem a Luís XIII (1601-1643; reinou em 1610-1643), quem primeiro introduziu as moedas. Esta série de moedas de ouro fazia parte de uma reforma que mudou o método de cunhagem das moedas marteladas a uma cunhagem mais precisamente triturada e pesada. Estas moedas incluíam três tipos: o luís, o luís duplo e o luís quádruplo. Desde o século XVII, tem sido comum chamar (incorretamente) o luís quádruplo de luís duplo, o luís duplo de luís e o luís de meio-luís. Paralelamente a estas peças comuns, três grandes unidades de moedas foram produzidas com valores limitados: 20 luíses, 16 luíses e 8 luíses (também chamadas incorretamente de moedas de dez, oito e quatro luíses). A peça de 20 luíses valia 100 livres; ainda é a maior e a mais pesada moeda de ouro francesa já cunhada. Estes exemplares foram feitos para serem usados como presentes e para demonstrar as habilidades da Casa da Moeda de Paris, e não para serem colocados em circulação. Eles são obra de Jean Varin (1604-1672) de Liège, que era ao mesmo tempo um mestre, guardador, gravador e chefe da Casa da Moeda francesa, que estava estabelecida no Louvre.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Paris

Idioma

Título no Idioma Original

Monnaie royale, Louis XIII. Dix louis d’or

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

1 moeda: ouro. 66,87 gramas; 4,4 centímetros de diâmetro

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 8 de julho de 2014