Mapa das Três Arábias: Extraído em parte do Árabe de Núbia, e em parte de vários outros autores

Descrição

Este mapa das "três Arábias" do geógrafo real francês Nicolas Sanson d'Abbeville é um dos poucos mapas da Península Arábica do século XVII. Apesar de sua importância como entreposto do comércio entre três continentes, a geografia da Arábia permaneceu amplamente desconhecida para os cartógrafos europeus até a era da exploração e expansão europeia no século XV. Embora publicado em 1654 pelo impressor e gravador parisiense Pierre-Mariette, o mapa de Sanson permaneceu baseado na obra medieval do cartógrafo árabe do século XII, Al-Idrisi (1099-1164), cuja obra Geographia Nubiensis foi traduzida para o francês, pela primeira vez, somente em 1619. Por volta do século XVII, os tecelões de seda franceses começaram a desafiar a predominância duradoura dos tecelões de seda italianos e o envolvimento francês, no comércio da seda, fomentou um novo interesse em seu epicentro árabe. As três Arábias, às quais se refere o título do mapa, são a Arábia Pétrea, a área noroeste que engloba a Península do Sinai e a Jordânia, a Arábia Deserta, a zona mais setentrional, bem ao sul dos rios Tigre e Eufrates e a Arábia Felix, de longe o maior território que cobre a maior parte da península e que se estende das cidades santas de Meca e Medina, ao noroeste, até o litoral do Mar da Arábia e o Golfo de Omã. O "Bahraim" (sic) também é demarcado separadamente ao longo da costa noroeste do Golfo Pérsico.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Pierre Mariette, Paris

Idioma

Título no Idioma Original

Carte des trois Arabies : tirée en partie de l'Arabe de Nubie, en partie de divers autres auteurs

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa: colorido; 39x47 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 12 de fevereiro de 2016