Sudão anglo-egípcio - Soldado em camelo das Forças Nativas do Exército Britânico

Descrição

Esta fotografia do início do século XX, da Coleção de Frank e Frances Carpenter na Biblioteca do Congresso, foi tirada no Sudão anglo-egípcio, um "condomínio", estabelecido em 1899 no qual a Grã-Bretanha e o Egito exerciam a soberania conjunta. Em 1898, os britânicos e os egípcios uniram forças para reconquistar o país, após uma revolta sudanesa contra o governo egípcio, que fora estabelecido à força em 1821. A defesa do Sudão anglo-egípcio era de responsabilidade do exército egípcio, que instalou vários regimentos no Sudão. O exército estava sob o comando do governador-geral, que foi nomeado pelo Egito, por recomendação da Grã-Bretanha. Os governadores-gerais eram funcionários da Grã-Bretanha, que efetivamente controlava o país. Aquilo que ficou conhecido como o exército anglo-egípcio incluía batalhões tanto de egípcios quanto de sudaneses.

Última Atualização: 9 de junho de 2015