O Mundo Novo e Desconhecido: ou Descrição da América e do Território ao Sul

Descrição

Esta obra  monumental do escritor holandês Arnoldus Montanus (1625?-83), reflete o fascínio da Europa do século XVII, para com o Novo Mundo. Montanus foi um ministro protestante e diretor da Escola de Latim da cidade de Schoonhoven. Ele escreveu livros sobre história da igreja, teologia, a história dos Países Baixos, e dos povos e culturas das Américas e Austrália. (O "Southland", no título do seu livro, refere-se a recém-descoberta Austrália.) Montanus nunca visitou o Novo Mundo e sua obra contém inúmeros erros e concepções fantásticas sobre os povos e animais das Américas. No entanto, tornou-se uma obra padrão na Europa e foi amplamente lida por muitos anos. O editor da obra foi Jacob van Meurs, livreiro e gravador de Amsterdam, que esteve em atividade de 1651 a 1680 e se especializou em obras de história, geografia, e palestras ilustrativas sobre viagens. O livro é ricamente ilustrado com 125 gravuras em cobre, incluindo 32 vistas dobradas, 70 placas, 16 mapas e 7 retratatos, excepcionalmente bonitos, de exploradores famosos, cada um rodeado por molduras barrocas. O livro foi traduzido e publicado na Inglaterra pelo editor e elaborador de edição de mapas John Ogilby, sob o título América, Descrição Exata do Novo Mundo (1671).

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

J. Meurs, Amsterdã

Título no Idioma Original

De Nieuwe en onbekende weereld: of Beschryving van America en't zuid-land

Tipo de Item

Descrição Física

585 páginas: ilustrações, mapas; 38 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 19 de outubro de 2015