Poemas do Palácio de Zichuang

Descrição

Este é um manuscrito incompleto de poemas coletados escritos por Wenzhao (1681–1732), neto do General Zhangtai (1636–1690), membro da família imperial Manchu. Na tentativa de dominar a técnica da composição de poesia, Wenzhao tornou-se discípulo do grande poeta Qing, Wang Shizhen (1634–1711), também um alto oficial bem sucedido. Em 1714, Wenzhao alegou doença e foi dispensado do serviço na Corte do Clã Imperial, com permissão para se aposentar e dedicar toda sua vida à poesia. Também adorava plantar flores. Deixou 21 coletâneas de poesia em 32 juan, editados em várias épocas. São conhecidos coletivamente como Zichuang xuan shi (Poemas do Palácio de Zichuang), ou sob o nome literário de Xiangying ju shi ji (Coletânea de Xiangying, o erudito aposentado). A cópia deste trabalho na Biblioteca do Congresso possui 12 das 21 coletâneas, cada uma com um título distinto. Não há prefácio nem posfácio. O trabalho parece ter sido editado antes da ascendência do Imperador Qianlong (reinado de 1736–1795), já que o poeta usa o caractere li, que também foi um dos caracteres do nome pessoal de Qianlong, Hongli, e que, por isso, virou tabu depois de Qianlong tornar-se imperador. Wenzhao também era conhecido por ter produzido várias antologias, uma delas consistindo de poemas de membros do clã imperial, mas seu trabalho não está mais disponível.

Data do Assunto

Informação da Publicação

China

Idioma

Título no Idioma Original

紫幢軒詩

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

14 juan em 12 volumes

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 3 de maio de 2013