Emaranhado de crítica poética

Descrição

O autor Hu Yinglin (1551-1602) foi um dos estudiosos mais proeminentes do final do período Ming. Suas contribuições tratam de um conjunto amplo de assuntos, como a historiografia, a crítica literária do romance e da poesia, filologia e bibliografia. Dos mais de 1.000 textos atribuídos a ele, restaram apenas cerca de 200 e, entre eles, os dois trabalhos mais conhecidos são o Shaoshishanfang bi cong (Notas do estúdio Shaoshishan) sobre história, filologia e literatura, e este trabalho, Shi sou (Emaranhado de crítica poética), sobre poesia. Composto de 20 seções, o trabalho é dividido em quatro partes, das quais a primeira é nei bian (capítulos interiores), em seis juan, com entradas com versos chamados de "estilo antigo" e "estilo moderno". Depois, em wai bian (capítulos externos), em seis juan, que discutem poesia em ordem cronológica a partir da dinastia Zhou até a Yuan. Os za bian (capítulos diversos), em seis juan, incluem anedotas e xu bian (capítulos suplementares), em dois juan, e tratam da dinastia Ming. A data de publicação exata é desconhecida, mas o trabalho foi possivelmente impresso antes ou por volta de 1590. Várias edições circularam na China, Japão e Coreia. A intenção era produzir um relato sistemático da poesia das dinastias Zhou e Han até a Ming, com discussões sobre grandes poetas, tipos de linha e gêneros, e exposições de Hu Yinglin sobre poesia, ensaios, ficção e teatro. O trabalho também tinha a intenção de demonstrar como os famosos Sete Poetas da dinastia Ming representavam os esforços de fu gu (renascença da antiguidade). Ele inclui um prefácio do famoso dramaturgo Wang Daokun (1525–1593). O livro foi impresso com tipos móveis coreanos em bronze.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

China

Idioma

Título no Idioma Original

詩藪

Tipo de Item

Descrição Física

20 juan em 6 volumes

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 29 de setembro de 2014