Memoriais de Luo Shan

Descrição

Luo Shan zou shu (Memoriais de Luo Shan) é uma coleção escrita por Zhang Fujing (1475-1539), cujo nome original era Zhang Cong. A pronúncia de Cong era a mesma do nome pessoal do imperador Jiajing, de modo que Zhang recebeu o nome de Fujing. Zhang obteve seu jin shi aos 47 anos, depois de várias tentativas. Ele cresceu rapidamente no serviço público, tornando-se grande secretário da Biblioteca Imperial e, em seis anos depois de começar sua carreira como oficial, grande secretário do gabinete. Zhang Fujing recebeu o título póstumo de Wenzhong. O imperador Jiajing era primo do antigo imperador Zhengde. Seu pai era o príncipe da Xingxian, o décimo quarto filho do imperador Zhenghua (reinou entre 1465-1487). Tradicionalmente, se um novo imperador não fosse descendente imediato do anterior, ele teria que ser adotado por seu antecessor para manter uma linha ininterrupta. Então, a proposta de Jiajing, de não ser adotado postumamente pelo imperador anterior, mas ter seu próprio pai declarado imperador postumamente, foi rejeitada por muitos de seus oficiais. Mas ele prevaleceu, e centenas de seus adversários foram banidos, espancados ou executados. Zhang Fujing ficou do lado do imperador e, em vários de seus memoriais, mencionou o imperador Tang Zhongzong como um precedente e expôs a relação entre um pai, um filho e um tio. Este trabalho é uma edição impressa do início a meados do século XVI, e possui sete juan, em cinco volumes, e um juan de apêndices. A obra é uma coleção de Zou dui gao (Rascunhos de memoriais), ao contrário da outra obra conhecida do autor, Yu dui lu, uma coleção de decretos imperiais secretos e memoriais referentes a esses decretos, publicada em 34 juan durante os anos sexto a 15º do reinado de Jiajing (1527-1536). O trabalho atual contém apenas um terço de Yu dui lu. Yang He (falecido em 1635), um censor e oficial militar, achou Yu dui lu muito grande, então escolheu para esta coleção apenas os memoriais datados de 1521-1536. A inscrição manuscrita na capa do livro é, provavelmente, de Fu Zengxiang (1872-1949), diretor da Biblioteca Museu do Palácio e bibliófilo famoso com uma biblioteca particular com 200.000 volumes. Este trabalho pode ter feito parte da coleção de Fu, mas nenhuma impressão de selo da sua biblioteca pode ser encontrada no livro.

Data do Assunto

Informação da Publicação

China

Idioma

Título no Idioma Original

羅山奏疏

Tipo de Item

Descrição Física

8 juan em 5 volumes

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 31 de julho de 2012