Memoriais de Zhao Wenhua sobre a derrota dos piratas

Descrição

Este trabalho é uma coleção de 28 memoriais escritos por Zhao Wenhua (falecido em 1557), um alto oficial do final do período Ming, posteriormente desonrado. De acordo com sua biografia, em Ming shi (História Ming), Zhao obteve seu jin shi em 1529. Enquanto trabalhava na Secretaria de Transmissão, ele apresentou uma proposta de uma cidade satélite à capital. Logo depois, foi promovido ao Gabinete de Obras Públicas. Quando piratas provocaram confusões no sudeste da China, Zhao enviou sete memoriais (relatórios de projetos, propostas ou conselhos), cada um com um plano para lidar com a ameaça pirata. O primeiro pedia a realização de um ritual de sacrifício para os deuses do mar. Outros memoriais propunham ajuda para as pessoas das quatro prefeituras na região, e sugeriam várias medidas militares para lidar com os piratas. O último memorial pedia permissão para voltar à corte. Zhao alcançou seu posto mais alto como ministro do Gabinete de Obras Públicas e regente do príncipe. Durante as batalhas contra os piratas, ele ganhou fama devido a várias investidas militares bem sucedidas. Depois de voltar para a capital, ele viveu de forma extravagante, causando o descontentamento do imperador, que acabou tirando Zhao de seu posto e enviando seu filho para uma guarnição de fronteira remota. Também descobriu-se que Zhao desviou grandes quantias de dinheiro público. Ele faleceu como um homem qualquer. Neste livro, seus títulos oficiais de ministro do Gabinete de Obras Públicas e grande guardião do herdeiro são usados, o que sugere que ele foi provavelmente impresso em 1556-1557, antes de sua desonra.

Data do Assunto

Informação da Publicação

China

Idioma

Título no Idioma Original

趙文華平倭奏疏

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 juan em 1 volume

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 21 de abril de 2014