Fronteira entre a Turquia e a Armênia Conforme determinado por Woodrow Wilson, presidente dos Estados Unidos da América

Descrição

A desintegração dos impérios otomano e russo no final da Primeira Guerra Mundial fez surgir uma série de novos Estados. Em maio de 1918, a Armênia Oriental, antes parte do império russo, declarou-se uma república independente. Em abril de 1920, as Forças Aliadas vitoriosas, ao destruírem o Império Otomano, ordenaram que a Armênia Ocidental fosse anexada à nova república e nomearam o presidente norte-americano Woodrow Wilson para definir a fronteira entre a Turquia (sucessora do Império Otomano) e a Armênia. Em novembro de 1920, Wilson definiu a fronteira com base em uma variedade de fatores geográficos, demográficos, étnicos e históricos. Este mapa, elaborado sob o comando do exército norte-americano pelo Setor Topográfico de Pesquisa Geológica dos E.U.A., mostra a decisão final de Wilson. No entanto, o Tratado de Sèvres, que previa uma Armênia independente e reconhecia a arbitragem de Wilson, jamais foi ratificado. Nacionalistas turcos, sob o comando de Mustafa Kemal, derrubaram a monarquia turca, estabeleceram uma república e invadiram a Armênia forçando-a, por fim, a renunciar à grande parte do território que a arbitragem de Wilson tinha atribuído ao novo país. As forças bolcheviques russas também invadiram a Armênia e incorporaram à nova União Soviética o que restara da República Armênia.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Washington D.C.

Idioma

Título no Idioma Original

Boundary Between Turkey and Armenia: as Determined by Woodrow Wilson, President of the United States of America

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa colorido; 39x53 centímetros

Observações

  • Escala 1:1.000.000
  • Biblioteca do Congresso, cópia 2, assinada por Woodrow Wilson

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 29 de setembro de 2014