Edição preliminar das obras do jardim sem sonhos

Descrição

Chen Renxi (1581–1636) foi um oficial do final da dinastia Ming e estudioso graduado jin shi em 1622 que se tornou membro da Academia imperial Hanlin. Seu irmão, Chen Lixi, publicou este trabalho, Wu meng yuan chu ji (Edição preliminar das obras do jardim sem sonhos), em 1637. Ele inclui 35 juan da principal obra de Chen, oito juan de seus textos anteriores não publicados, dois juan de ensaios curtos e um juan sobre a genealogia de sua família, em 16 volumes. Uma vez que a principal parte do trabalho é composta por informações detalhadas sobre as fronteiras próximas a Liao (também conhecido como império Khitan), o trabalho foi listado em ambos os catálogos Jin shu zong mu (O catálogo geral de livros banidos) e Wei ai shu mu (Catálogo de obras contra os costumes ou a lei) durante a dinastia Qing. Anexada ao texto está sua ilustração manual, intitulada Shan hai guan nei wai bian tu (Fronteira interna e externa ilustrada da passagem de Shanhai). Os capítulos incluem detalhes sobre a geografia das fronteiras, terras cultivadas pelos militares, o mar e outros assuntos, a maioria baseada na própria experiência e nas observações do autor. O trabalho também contém registros importantes da história do final da dinastia Ming e início da Qing. Uma característica interessante deste trabalho fica por conta da organização dos 35 juan do trabalho principal, organizados em 14 capítulos, somando 14 personagens, um para cada capítulo. Juntos, os 14 capítulos formam um dístico. Há vários nomes de editores, gravadores, prefácios e posfácios. O próprio prefácio do autor é datado de 1633. Restaram poucas cópias deste trabalho, o que o concede grande valor.

Data do Assunto

Informação da Publicação

China

Idioma

Título no Idioma Original

無夢園初集

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

46 juan em 16 volumes

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 31 de julho de 2012