Ensaios de exercícios do salão de Enfutang

Descrição

O compilador deste manuscrito, em dois volumes, foi Yinghe (1771-1839), um oficial e escritor manchu, que obteve seu jin shi (doutorado) em 1793. Ele ingressou na Academia Hanlin tornando-se aí um compilador, dois anos depois. Em 1799 ele foi nomeado subchanceler do Grande Secretariado e após um ano tornou-se vice-presidente do Ministério de Ritos. Em 1801 foi-lhe dado o cargo concomitante de ministro da Casa Imperial, onde seu bisavô também serviu. No mesmo ano ele foi transferido para o Ministério da Receita. Em 1804 ele se tornou um grande conselheiro. Em 1829 ele foi destituído de seu posto, sua propriedade foi confiscada e ele foi banido para a província de Heilongjiang, nordeste da China, juntamente com seus dois filhos. Durante o exílio, ele estudou as condições locais em Qiqihar, a capital provincial, e escreveu duas obras sobre a região. Mais tarde, perdoado e autorizado a retornar à capital, ele comprou um jardim nas Montanhas Ocidentais e viveu seus anos restantes. Ele foi postumamente nomeado como um funcionário de terceiro grau. Em seus últimos anos, editou seus próprios escritos, conhecidos coletivamente sob o título de En fu tang quan ji (Coleção completa de obras do salão de Enfutang), dentre os quais encontra-se esta obra. Os ensaios foram escritos no estilo salão de exames. Em 1800-1809, como parte de sua carreira oficial, Yinghe dirigiu dois exames provinciais e dois metropolitanos. Muitos estudiosos e funcionários de renome alcançaram suas posições tendo realizado exames conduzidos por Yinghe, tornando-se seus discípulos. Uma inscrição na capa do volume um, escrito pelo próprio autor, reconhece o professor Li Jing'an como o editor da obra.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

恩福堂課藝

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

2 juan, 2 volumes

Observações

  • Cópia manuscrita

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 13 de janeiro de 2012