Escritos da escola ortodoxa

Descrição

Wen zhang zheng zong (Escritos da escola ortodoxa) é uma obra incompleta da dinastia Song, consistindo nos juan 4, 10, 13 e 15, as partes sobreviventes de uma compilação originalmente em 24 juan. Trata-se de uma antologia de escritos práticos e registros oficiais. Os artigos foram selecionados com base em padrões políticos, filosóficos e literários do autor, como a ênfase no racionalismo, o uso de anotações corretas, a busca da elegância e o respeito aos antepassados, a ética moral e assim por diante. O autor, Zhen Dexiu (1178-1235), natural de Pucheng, província de Fujian, mudou seu nome de família de Shen para Zhen para evitar usar o mesmo nome do Imperador Xiaozong (reinou em 1163-1189). Zhen Dexiu foi um famoso político e renomado escritor que, juntamente com Wei Liaoweng, foi um dos dois promotores do neoconfucionismo da dinastia Song do Sul (1127-1279). Descendente de Zhu Xi, o fundador do neoconfucionismo, Zhen promoveu o desenvolvimento do neoconfucionismo e expandiu sua influência. Ao combinar as doutrinas do budismo e do taoísmo com o neoconfucionismo e expressar seus pensamentos sobre a melhoria da personalidade e da administração do país, ele adaptou o neoconfucionismo à época e conseguiu transformá-la na filosofia tradicional da dinastia Song. Este livro incorporou a concepção literária do neoconfucionismo e refletiu o principal pensamento literário de sua época, além de influenciar profundamente a literatura chinesa das gerações posteriores. Para esta obra, Zhen selecionou um grande número de documentos oficiais que datam do período das Primaveras e Outonos (770-476 a.C.), que ele anotava como guias para a posteridade. Esses documentos oficiais foram ferramentas importantes na política, que evoluíram ao longo do tempo, com cada vez mais variados tipos e formatos. Zhen considerava os documentos do período das Primaveras e Outonos como simples, diretos e ricos em conteúdo e considerava os éditos imperiais da dinastia Han (206 a.C.-220 d.C.) como breves, simples e impregnados de solidariedade para com as pessoas comuns.

Última Atualização: 13 de janeiro de 2012