Um câncer infecto espalha sua má influência

Descrição

Esta obra é uma cópia manuscrita com um índice, mas sem um prefácio, que tira seu título da capa do primeiro volume. A obra tem seis juan em seis volumes e contém memoriais escritos pelo funcionário Huang Juezi (1793-1853), da dinastia Qing, que desempenhou um papel importante durante a primeira Guerra do Ópio (1839-1842). No primeiro memorial, datado do ano 18 do reinado de Daoguang (1838), ele recomendou a promulgação de leis drásticas para proibir o ópio. O memorial foi enviado a todos os altos funcionários administrativos das províncias para discussão, cujos resultados foram relatados ao trono por Lin Zexu, o comissário imperial com poder plenipotenciário designado pelo imperador para acabar com a dominação do ópio no Cantão. No último memorial, de 1843, Huang Juezi solicitou ao imperador a emissão de um édito imperial para remover três altos funcionários, Qishan, Yijing e Wenyu, do cargo e aconselhá-los a refletir sobre suas más ações. Qishan, que ocupou vários cargos importantes, substituiu Lin Zexu em 1840 e liderou as negociações com os britânicos, nas quais ele concordou com a cessão de Hong Kong e com uma indenização de 6 milhões de dólares em prata. Qishan foi condenado, demitido e banido, mas após o término da guerra em 1842, foi reintegrado e tornou-se governador-geral de várias províncias. Yijing, um bisneto do Imperador Qianlong (1711-1799), recebeu a patente de general como comandante da província de Zhejiang e Wenwei foi feito comandante assistente. Em março de 1842, as forças de Yijing atacaram Ningbo, que havia sido ocupada pelos britânicos, mas foram totalmente derrotadas. Yijing também falhou em outras ações militares. Ele foi preso no mesmo ano, porém mais tarde foi perdoado e reintegrado. O memorial de Huang indicou que estes três funcionários foram responsáveis pelos reveses militares da guerra. Além de memoriais e éditos imperiais, este manuscrito contém correspondências, biografias e versos. Os textos estão bem organizados e são uma fonte útil no estudo das Guerras do Ópio.

Última Atualização: 18 de março de 2015