O soco de US$3.000.000.000

Descrição

Este cartaz da Primeira Guerra Mundial mostra o Tio Sam, uma personificação dos Estados Unidos, usando o casaco com as palavras “Título da Liberdade” e desferindo um soco no imperador alemão, Kaiser Guilherme II. A mensagem pretendida é a de que os americanos poderiam golpear o inimigo comprando títulos para financiar os esforços de guerra. O governos dos Estados Unidos emitiu títulos, também chamados Títulos de Liberdade, entre 1917 e 1918, angariando um total de US$21,5 bilhões. Muitos dos títulos foram comprados por bancos e instituições financeiras como uma forma de investimento, mas uma campanha de relações públicas maciça foi realizada para que pessoas físicas também os comprassem. Este cartaz é de Jo Davidson (1883 a 1952), um artista americano conhecido principalmente como escultor. Davidson nasceu na zona sudeste de Nova York, filho de imigrantes, tendo estudado desenho em Nova York na escola de arte da Aliança Educacional e na Liga dos Estudantes de Arte. Ele mais tarde estudou escultura em Nova York e, durante um breve período, em Paris. Ele acabou produzindo estátuas em bronze de várias personalidades importantes, incluindo presidentes americanos, líderes políticos internacionais e escritores, cientistas e atores famosos.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Comitê do Empréstimo da Liberdade, cidade de Nova York

Idioma

Título no Idioma Original

The $3,000,000,000 Punch

Tipo de Item

Descrição Física

1 exemplar (cartaz): litografia; 62 x 47 centímetros

Referências

  1. Smithsonian Institution, National Portrait Gallery, "Jo Davidson: Biographer in Bronze," http://www.npg.si.edu/exhibit/exjo.html

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 10 de fevereiro de 2014