Na Bélgica, os belgas têm fome. Rifa artística

Descrição

Este cartaz da Primeira Guerra Mundial, mostrando um grupo de belgas famintos esperando com recipientes para alimentos, anuncia uma rifa para angariar fundos para a ajuda alimentar na Bélgica. Nas primeiras semanas da guerra, os militares alemães marcharam pela Bélgica, a caminho da França. Logo a Alemanha ocupou a maior parte do país densamente povoado, que dependia das importações da maior parte de seu abastecimento de alimentos. Quando chegou o inverno de 1914 e 1915, milhões de belgas enfrentavam a fome. Foram organizados esforços de ajuda privada em larga escala em outros países europeus, nos Estados Unidos e no Canadá. Este cartaz lista os oficiais honorários da Alliance Franco-Belge (organizadora da rifa), fornece o endereço de compra dos bilhetes da rifa e inclui informações sobre os presentes fornecidos a cada compra de bilhete e dos prêmios sorteados. O trabalho é de Théophile Alexandre Steinlen (1859 a 1923), um pintor francês nascido na Suíça que foi um dos mais importantes artistas de cartazes da França durante o período da Belle Époque (1871 a 1914). Steinlen é mais conhecido pelo seu cartaz Chat Noir (gato preto), anunciando o cabaré com mesmo nome frequentado por muitos artistas vanguardistas.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Lapina, Paris

Idioma

Título no Idioma Original

En Belgique les Belges ont faim. Tombola artistique

Tipo de Item

Descrição Física

1 exemplar (cartaz): litografia, (duas cores); 125 x 94 centímetros

Referências

  1. Stanley Appelbaum, French Satirical Drawings from “L’Assiette au Beurre” (New York: Dover, 1978).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de agosto de 2014