Emblemas de Liberdade e Humanidade. A Cruz Vermelha, mãe de todas as nações

Descrição

Este cartaz em espanhol é parte de uma série lançada pela Cruz Vermelha Americana durante a Primeira Guerra Mundial, e contém as bandeiras dos países aliados ou associados com os Estados Unidos na guerra. Este cartaz mostra duas enfermeiras da Cruz Vermelha. Uma enfermeira, representada como se fosse a Virgem Santa, segura em seus braços uma padiola usada para transportar soldados feridos, entre as bandeiras do Panamá e dos Estados Unidos. O título diz: "Emblemas da liberdade e da humanidade. A Cruz Vermelha, mãe de todas as nações". Em 1916, um navio holandês neutro transportando o ministro boliviano e sua família para a Alemanha foi atacado por submarinos alemães. O evento suscitou fortes sentimentos contra os alemães na Bolívia. Quando os Estados Unidos entraram na guerra, em 1917, a Bolívia enrijeceu as relações diplomáticas com a Alemanha como um gesto de solidariedade. A Bolívia não declarou guerra nem participou diretamente da Primeira Guerra Mundial, mas a economia boliviana tirou proveito dela, já que houve um boom nas exportações de estanho para a Inglaterra, apoiando a produção de armas e outras necessidades industriais.

Última Atualização: 25 de outubro de 2013