Columbia chama. Aliste-se agora no exército dos EUA

Descrição

Este cartaz de recrutamento da Primeira Guerra Mundial mostra a figura simbólica de Columbia, um nome poético e uma representação feminina dos Estados Unidos, segurando a bandeira do país e uma espada, de pé sobre um globo. No canto inferior direito do cartaz, está o texto do poema patriótico "Columbia chama". De acordo com uma história do New York Times publicada em 3 de junho de 1917, o design do cartaz e o poema, ambos de Frances Adams Halsted (Sra. E. Bayard Halsted), datam de 1916, quando Halsted estava convencida de que a guerra entre a Alemanha e os Estados Unidos era inevitável. Depois que os Estados Unidos entraram na guerra, na primavera de 1917, o Departamento de Guerra do país anunciou que estava comprando 500 mil cópias do cartaz. Halsted pediu que a renda dessa venda fosse para a criação de um lar para as crianças órfãs dos soldados e fuzileiros americanos. A ilustração é de Vincent Aderente (1880–1941), um muralista americano nascido na Itália. Aderente imigrou para os Estados Unidos ainda jovem e trabalhou em Nova York, Denver, Detroit e outras cidades americanas.

Última Atualização: 7 de agosto de 2017