Dois anos nas Índias Ocidentais Francesas

Descrição

Lafcadio Hearn (1850 a 1904) foi um escritor internacional conhecido por seus livros sobre o Japão. Nascido na ilha grega de Lefkáda, filho de pai irlandês e de mãe grega, foi criado na Inglaterra, na Irlanda e na França e imigrou para os Estados Unidos com 19 anos. Ele viveu em Cincinnati, onde conseguiu um emprego como jornalista e, em seguida, mudou-se para Nova Orleans, em 1877, onde escreveu para vários jornais. Seus escritos impressionistas sobre a cidade atraíram a atenção de editoras da Revista Harper, que em 1887 enviaram Hearn às Índias Ocidentais como correspondente. A primeira parte deste livro é um relato da “viagem aos trópicos em pleno verão” de Hearn, que o levou de Nova York até as Pequenas Antilhas, com paradas em São Cristóvão, Dominica, Martinica, Barbados, Guiana, Trinidade, Granada e Santa Lúcia. Hearn ficou encantado pela ilha de Martinica, governada pela França, e por seu povo, onde ele acabou vivendo por dois anos. A segunda parte do livro consiste em 14 rascunhos da ilha, todos com títulos em francês ou crioulo. O livro inclui fotografias, desenhos e um apêndice que discute a música da Martinica e reproduz a melodia e as letras de várias canções crioulas. Em 1890, o ano em que este trabalho foi publicado, Hearn viajou ao Japão, onde ele finalmente se estabeleceu, casou-se com uma mulher japonesa e se naturalizou como cidadão japonês.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Harper & Brothers, Nova York

Título no Idioma Original

Two Years in the French West Indies

Tipo de Item

Descrição Física

431 páginas: frontispício, ilustrações, placas; 19 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de maio de 2015