Método para garantir a segurança dos portos e das populações de todas as costas das Índias Ocidentais

Descrição

Na segunda parte do século XVII, o excesso de pirataria ameaçou os interesses econômicos e comerciais da Espanha nas Índias Ocidentais. A pirataria também introduziu um fator complicante no confronto em andamento entre Espanha, França e Inglaterra, pela prevalência no Caribe. Este livro, publicado por volta de 1694, oferece recomendações, aparentemente endereçadas pelo Governador Sebastien de Roteta, de Trinidade, ao Rei Carlos II, para que se fortificassem os portos espanhóis nas Índias Ocidentais contra os ataques piratas. O livro está dividido em duas partes, com uma cruz de ferro impressa aparecendo no topo da primeira página de cada uma delas. A primeira parte lida com a demografia da região e discute os transtornos à navegação e ao comércio causados pela pirataria. A segunda parte discute a história da pirataria na região, dita ter sido iniciada em 1655 e ter continuado pelos próximos “quarenta anos”, aproximadamente. Ela observa que os portos de Iamayca del Caymiro (Jamaica) e de Ilha Tortuga serviam como base de atividades piratas. Esta seção também descreve atividades econômicas na rede de ilhas das Índias Ocidentais. As cinco páginas finais são dedicadas à descrição das Ilhas Barlovento (atuais Antilhas Holandesas), com notas sobre locais, demografia e agricultura.

Nome Associado

Data de Criação

Informação da Publicação

Madri

Idioma

Título no Idioma Original

Forma de asegurar los puertos y poblaciones de todas las costas de las Indias

Tipo de Item

Descrição Física

24 páginas; 21 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 20 de fevereiro de 2014