Os contos mais curiosos e notáveis, observados desde o nascimento de Jesus Cristo até o nosso século

Descrição

Depois de estudar Direito em várias universidades francesas, Pierre Boaistuau (1517-1566) passou muito tempo viajando por toda a Europa a serviço de diversos embaixadores, o que lhe deu a chance de observar as curiosidades do mundo contemporâneo. Após seu retorno a Paris, ele escreveu e publicou suas obras completas no breve período entre 1556 e 1560. Seus livros foram a origem de dois gêneros dominantes na segunda metade do século XVI: As histoires tragiques (histórias trágicas) e as histoires prodigieuses (histórias prodigiosas). Histoires prodigieuses (Histórias prodigiosas) foi a última obra de Boaistuau publicada em vida. Suas obras foram, em grande parte, inspiradas no humanista e enciclopedista alsaciano, Conrad Lycosthenes (1518-1561), mas ele também se valeu de muitas fontes: histórias contemporâneas do nascimento de monstros, histórias de fantasia, presságios, textos sobrenaturais e mitológicos, e contos medievais, tudo misturado com suas próprias observações. Ilustrados com 49 gravuras em madeira representando monstros e eventos prodigiosos, os contos foram republicados, adaptados e traduzidos inúmeras vezes.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Vincent Sertenas, Jean Longis e Robert Le Mangnier. Impresso por Annet Brière, Paris

Idioma

Título no Idioma Original

Histoires prodigieuses les plus mémorables qui ayent esté observées depuis la nativité de Jésus-Christ jusques à nostre siècle

Tipo de Item

Descrição Física

173 páginas: ilustrado

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de agosto de 2014