As caractres de Teofrasto

Descrição

Jean de La Bruyère (1645–1696) foi um ensaísta e moralista francês, cujo livro Les caractères de Théophraste, traduits du grec, avec les caractères ou les moeurs de ce siècle (Os caracteres de Teofrasto, traduzido do grego, com as personagens ou a moral deste século) é uma obra-prima da literatura francesa. Empregado como tutor na casa real de Luís XIV, La Bruyère observou em primeira mão a vaidade e as pretensões da sociedade aristocrática em torno dele. Sua obra consiste em uma tradução do tratado do escritor grego Teofrasto (por volta de 372-288 a.C.) e em uma série de esboços de caracteres e ensaios temáticos relacionados com a França contemporânea, escritos no estilo de Teofrasto. La Bruyère publicou a primeira edição de seu livro em 1688, que foi seguida por nada menos que nove edições sucessivas até ao momento da sua morte, em 1696. Ele não só expandiu e revisou o texto de uma edição à outra, como também alterou-as durante a impressão, tornando as edições mais ricas e cada vez mais variadas. A cópia apresentada aqui é um dos três exemplares raros dos projetos impressos pela primeira vez e, portanto, reflete o ponto básico a partir do qual o trabalho evoluiu. O livro de La Bruyère inspirou uma onda de imitadores, fazendo com que o influente Le Journal de Trévoux publicasse em 1701: “O país inteiro das letras foi invadido pelos caracteres.”

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Étienne Michallet, Paris

Idioma

Título no Idioma Original

Les caractères de Théophraste

Tipo de Item

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de agosto de 2014