Navio de estrangeiros: Navio a vapor

Descrição

O Comodoro Matthew C. Perry entrou no porto de Yokohama em 1853 com uma intimidadora frota de navios de guerra a vapor, a fim de obrigar o Japão a se abrir depois de quase dois séculos de contato externo restrito. Os japoneses tornaram-se cada vez mais expostos à cultura ocidental, conforme novos acordos comerciais incitavam a interação inter-cultural. O influxo de tecnologia e costumes desconhecidos deu origem a uma mistura de ansiedade, curiosidade e temor, evidentes nas descrições detalhadas de assuntos estrangeiros dos artistas ukiyo-e (retratos do mundo flutuante). Com a chegada de Perry, Yokohama-e (retratos de Yokohama) representando a porta de negociação comercial que ele abriu, tornou-se extremamente popular. Esta gravura de 1861 retrata um homem e menino perto de um navio a vapor americano ancorado em um porto, possivelmente um dos navios negros do comodoro.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

外国人船之内蒸気船

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 gravura em papel hosho: xilogravura, colorida, 37,3 x 25 cm (bloco), 34,5 x 23 centímetros (folha)

Observações

  • Gravura criada por Hiroshige II ou Hiroshige III.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015